Sobre o CURSO

Área Facilitadores

Níveis

Cartaz.jpg
2021-05-26_14-20-08.png
2021-05-27_04-41-16.png
2021-05-27_04-55-07.png

INTRODUÇÃO

O Atendimento Fraterno pelo Diálogo consiste em receber fraternalmente aquele que busca o Centro Espírita, dando-lhe a oportunidade de expor livremente, e em caráter privativo e sigiloso, suas dificuldades e necessidades. Tais pessoas devem ser acolhidas, ouvidas e orientadas de forma fraterna e solidária, dentro dos princípios do Evangelho à luz da Doutrina Espírita, com respeito, atenção e humildade. Essa forma de bem proceder deve ser estendida, também, aos trabalhadores do Centro Espírita que se sintam necessitados de auxílio. Orienta-se acolher, dentro dos princípios do Evangelho à luz da Doutrina Espírita, ouvindo e orientando com respeito, atenção e humildade. Poderá ele(ela) estar vivenciando período de dor ou de angústia, querendo ser acolhido(a), expondo sua dificuldade.

Vivemos numa sociedade que padece conflitos psicossociais, socioeconômicos, comportamentais, cujos indivíduos têm necessidade de fazer catarse. [...] no atendimento fraterno o indivíduo tem a oportunidade de abrir a alma ao bom ouvinte, que o pode orientar com segurança. [1]

 

Atender fraternalmente é, portanto, refletir nessas orientações espirituais e esforçar-se para pô-las em prática, tendo em vista, ainda, a regra áurea de Jesus: “Fazer a outrem o que desejamos que ele nos faça” (Mateus, 7:12).

 

OBJETIVOS

  • Desenvolver ações de sensibilização e sistematização das atividades do Atendimento Espiritual junto aos trabalhadores do Centro Espírita;

  • Estimular e assessorar a capacitação dos dirigentes e trabalhadores espíritas para a correta execução das atividades do Diálogo Fraterno;

  • Contribuir na melhoria das atividades do atendimento espiritual que já estão sendo realizadas na SEOB;

  • Promover formação básica e continuada dos trabalhadores da Área, disponibilizando materiais de estudo, de aprofundamento e de trabalho pertinentes às atividades desenvolvidas.

 

ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO

 

  • O Curso está estruturado em duas etapas:

   a parte teórica, contendo fundamentos técnicos e doutrinários indispensáveis a execução da atividade, bem como o conhecimento da estruturação, função e papel do dialogador fraterno.
   a parte prática, onde se evidenciará o Estudo de Casos, discutindo-se o melhor caminho, após avaliação.


As aulas serão mensais, com duração máxima de 90 minutos. O horário definido para as aulas é de 09:00h às 10:30h, aos domingos, por meio de canais virtuais (Serviço de comunicação por vídeo Google Meet).

 

  • O conteúdo doutrinário do Curso, será desenvolvido em dois níveis de abordagem:

 

a) Curso de Formação Básica


–    Destinação: interessados e participantes da Educação Continuada 2020 com frequência inferior a 80%.

 

b) Curso de Atualização e Aprofundamento

 

–    Destinação: trabalhadores e participantes da Educação Continuada 2020 com frequência superior a 80%.

 

  • Os livros-texto básicos para os participantes serão: 


–  Orientação para o atendimento espiritual no centro espírita (FEB)
–  Atendimento Fraterno (Projeto Manoel Philomeno de Miranda, Ed. LEAL) 
–  Conviver e Melhorar: Como lidar com os encontros, reencontros e desencontros. (Espíritos: Lourdes Catherine        e Batuíra; Médium: Francisco do Espírito Santo Neto)
–  Diálogo Fraterno: Ética e Técnica (Marlon Reikdal, Ed. FEEGO)
–  Relações Fraternas – Caminho para o atendimento fraterno (Leda Marques Bighetti)
–  Atendimento Fraterno no Centro Espírita (Neuza Zapponi-Mello)

 

  • Como leitura complementar, sugere-se: Obras Básicas do Espiritismo; Coleção Fonte Viva; Sinal Verde; Conduta Espírita; Renovando Atitudes; As Dores da Alma; Os Prazeres da Alma; Jesus e o Evangelho à luz da Psicologia Profunda, dentre outros.

 

  • As avaliações serão realizadas ao final de cada nível.

 

 

  • A apresentação da aula será feita pelo facilitador, de acordo com a realidade dos participantes, e enviada para análise do grupo por WhatsApp, uma semana antes.

 

  • As aulas teóricas e estudos de casos serão dinamizados através de recursos e técnicas, a fim de oferecer maior motivação e melhor fixação do conteúdo, participação e integração, tais como: grupos de discussão, estudo de textos, exposição didática, filmes etc.

 

  • O acesso ao nível subsequente será dado mediante a participação em pelo menos 80% das aulas, avaliação dos facilitadores, nível de aprendizagem e integração no curso.

PROGRAMAÇÃO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[1] FRANCO, Divaldo P. Atendimento fraterno. Pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda. Salvador: LEAL, 1997. 1ª parte – Atendimento fraterno, cap. 1, Entrevista.